Introdução SEO – Guia prático e teórico para resolução de questões sobre o que é SEO e relacionados

Introdução SEO – Guia prático e teórico para resolução de questões sobre o que é SEO e relacionados

 

Após diversas perguntas que recebemos em nossos meios de atendimento ao público relacionado à SEO, decidi criar este guia introdutório explicando todas as questões que nos foram levantadas e algumas outras, que achei importantes.

 

O que é SEO?

 

SEO significa Search Engine Optimize (Otimização dos motores de busca), ele nada mais é do que um conjunto de práticas distintas utilizadas para mostrar aos motores de busca que um site é de qualidade e que merece estar bem posicionado em seu ranking. SEO é um processo demorado mas, quando bem feito, seu retorno é muito valioso e útil. Atualmente, no Brasil, práticas SEO são pouco estimuladas e conhecidas pelos próprios profissionais que trabalham com ela. Se o SEO não é bem feito, você pode ter diversos tipos de punições quando relacionados aos buscadores, até mesmo banimento total de suas buscas, que poderia causar perdas imensas ao seu negócio.

 

O que é BlackHat?

 

É o nome dado à práticas SEO feitas de forma abusivas. Quem faz BlackHat é facilmente punido pelos buscadores. As punições variam de perda de 10 páginas de posicionamento como banimento total. Isso, também pode variar de acordo com o funcionário responsável pela sua punição. Após banido ou punido uma vez, você poderá retornar as buscas normais desde que remova todo o SEO já feito até então, caso não consiga fazer isto, também não será liberado novamente.

 

O que é PageRank?

 

O PageRank é a definição criada pelo Google para informar a confiança que ele tem em determinado conteúdo, isso também define qual conteúdo ficará melhor posicionado no momento de uma busca. O PageRank é subdividido em 12 níveis, sendo eles: Nada, 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10. Partindo do mais baixo para o mais alto, a principal prática SEO utilizada para medir o PageRank é o número de BackLinks que você tem em outros websites direcionados para o seu, com as relações “follow”. Existe uma média, não confirmada pelo Google, já que o algoritmo do GoogleBOT é totalmente desconhecido, que cada nível de PageRank precisa de quase 3000 BackLinks de qualidade, se todos tivessem PageRank igual ou inferior ao seu. No caso de PageRank superior ao seu, este número diminui em grandes escalas. Mas lembre-se, a criação de BackLinks de forma abusiva são os meios definidos pelo Google, como de maior consideração no BlackHat.

 

Quais as vantagens de fazer SEO?

 

Existem diversas vantagens que são geradas quando um bom SEO é desenvolvido, aqui irei citar as principais e explicar seus motivos:

  • Conhecimento relativamente novo em relação a Marketing: o SEO tem aproximadamente 15 anos de existência e com isso, o conhecimento sobre suas práticas são pouco conhecidos. É uma ótima chance de marketing com uma concorrência, muitas vezes, menor.
  • Redução de custos: Você não precisa pagar periodicamente para manter seu resultado, uma vez que ele não se perde como em outros métodos de divulgação.
  • Barateamento dos custos de SEM: Como o SEM ou Search Engine Marketing (Marketing de Busca – Buscas Pagas) cobra pelo valor da palavra-chave em relação ao seu website, você estará melhor posicionado nestas palavras-chave e não será necessário grandes gastos para subir mais um pouco. Ex.: Google Adwords
  • Método mais utilizado para localizar um produto/serviço na atualidade: Já comprovado por diversas pesquisas do IBGE e pesquisas de revistas relacionadas à SEO, no mundo de hoje, cerca de 70% das vendas das empresas tem base em buscas iniciais em algum motor de busca.
  • Resultados duradouros: Depois de efetivado, os resultados são mantidos para sempre ou por um longo período de tempo, uma vez que os buscadores demoram muito para fazer suas atualizações em resultados e filtros não mais necessários.
  • Aumento massivo de visibilidade: Já comprovado, práticas SEO podem aumentar em mais de 8.000% a visibilidade de um Website em uma única palavra-chave. Imagine-se bem otimizado em 25 palavras-chave, você terá um aumento de visibilidade, partindo do 0, de quase 3.000.000%

 

Práticas SEO

 

O SEO, como já dito anteriormente, é feito através de diversas práticas pré-definidas pelos buscadores, segundo o Google, em sua documentação do Webmaster, é informado que as práticas SEO que o GoogleBOT leva em consideração, são mais de 200. Poucos tem conhecimento destas 200 práticas e, com isso, quando fazem SEO é considerado BlackHat, por fazer “spam” de uma única prática. SEO é dividido em on-site e off-site, neste caso, SEO no seu código e SEO em fatores externos ao seu código, respectivamente. Ambos são importantes e a junção dos dois em harmonia faz com que você produza uma ótima imagem aos buscadores. Abaixo irei citar os principais exemplos de Práticas SEO, tanto On-Site como Off-Site.

 

Principais Práticas SEO

 

  • Link Builder: Ou mais conhecido como BackLink, é a criação de links em outros websites direcionados para o seu.
  • Social Media: Mídias sociais hoje em dia tem muita influência sobre sua pontuação do PageRank. Mídias sociais seria uma boa divulgação nas redes sociais existentes hoje em dia. Facebook, Twitter e Google+ são os mais importantes, da atualidade.
  • Criação de Conteúdo: Os buscadores adoram ver que um site tem muito texto. Eles pegam todo o código e interpretam-no, adicionando o texto completo em suas buscas mais rapidamente que qualquer imagem. Mas lembre-se, o Google e o Bing, que na atualidade são os maiores do Brasil, tem ferramentas que punem sites que fazem cópias de textos de outros sites. Crie seus textos, não copie, pois os buscadores sabem quem foi indexado primeiro e quem está copiando.
  • Website e conteúdo direcionado aos usuários e não aos buscadores: Isto pode ser considerado o mais importante, uma vez que o PageRank e o ranking SEO, muitas vezes passa pelas mãos de funcionários dos buscadores e eles fazem esta alteração manual. Isso acontece quando o buscador interpreta um conteúdo perfeito demais para indexação, eles acham que isto é BlackHat e verificam manualmente, se constatado, seu site será punido.
  • Meta-Tags: A adição de meta-tags no cabeçalho do seu código é um dos fatores mais importantes, também. Por ser o cabeçalho e os buscadores leem o código de cima para baixo, a organização e definições para os buscadores, informadas no cabeçalho que fazem seu site ser bem visto ou não.
  • Criação de bom conteúdo em locais externos: A criação de bons conteúdos em um blog qualquer, por exemplo, que seja indexado e tenha um BackLink seu, trás grandes vantagens em relação à sua concorrência definida pelo SEO. Sites como http://4ww.in/ permitem que você envie textos ou compre textos-âncora em um conteúdo bem otimizado, trazendo diversas vantagens já informadas anteriormente.

 

Algumas Sugestões

 

Como o próprio Google diz em sua documentação, tenha cuidado com os profissionais que contrata para fazer as práticas SEO, afinal, este mesmo funcionário pode levar seu site as maravilhas em relação aos buscadores como pode fazer você ser banido. Nunca force demais uma determinada prática SEO, isto também é considerado BlackHat.

  • 1 Usuários acharam útil
Esta resposta lhe foi útil?

Artigos Relacionados

4 Dicas simples para melhorar o SEO de seu site

Após a atualização do Google do dia 27/04/2012, no qual muitos sites foram/serão punidos e...

Lista de StopWords

Como sabemos, as StopWords são palavras no qual os motores de busca ignoram em seus resultados,...

Powered by WHMCompleteSolution